Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

CHSJ distinguido com menção honrosa do Prémio Fundação Rui Osório de Castro

27 de Fevereiro de 2017
Dra. joana rebelo recebe men  o honrosa site 1 1024 550

A Unidade de Hematologia e Oncologia Pediátrica do Centro Hospitalar de São João arrecadou a segunda menção honrosa pelo projeto “Usa a Cabeça” cujo objetivo é a caracterização dos tempos de diagnóstico de tumores do Sistema Nervoso Central em idade pediátrica e a implementação de estratégias para a sua redução. 

Dirigido aos pais, cuidadores, adolescentes, professores e profissionais de saúde que lidam diariamente com crianças com cancro, o projeto pretende dar resposta ao principal objetivo em oncologia pediátrica e no campo dos tumores do Sistema Nervoso Central: o diagnóstico precoce. E por isso tem como objetivos, numa primeira fase, a caracterização da população pediátrica referenciada nos últimos cinco anos para a Unidade de Hematologia e Oncologia Pediátrica do CHSJ com suspeita ou diagnóstico de tumor do Sistema Nervoso Central e a identificação de potenciais obstáculos ao diagnóstico e, posteriormente, a implementação de algumas medidas que permitam de algum modo ultrapassar essas dificuldades.

Os projetos vencedores do 1º Prémio Fundação Osório de Castro prémio foram divulgados durante o 3.º Seminário de Oncologia Pediátrica. Esta iniciativa contou com 17 candidaturas, e tem o propósito de atribuir o montante de 15.000€ ao projeto que mais contribui para desenvolver a melhoria dos cuidados prestados às crianças com doença oncológica.

O grande vencedor foi o projeto “O papel da procaltitonina e outras variáveis na mudança da antibioticoterapia endovenosa para oral nas crianças com doença oncológica e neutropenia febril”, da responsabilidade de Joaquim Duarte, do Serviço de Pediatria do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil de Lisboa (IPO de Lisboa).

O júri, liderado pela presidente do Conselho de Administração da Fundação Rui Osório, Maria Karla de Osório de Castro, e composto por António Gentil Martins, reconhecido cirurgião pediátrico, Nuno Farinha, presidente da Sociedade de Hematologia e Oncologia Pediátrica (SHOP) e médico pediatra oncologista do Hospital São João, Maria de Jesus Moura, diretora da Unidade de Psicologia IPO de Lisboa, e Margarida Cruz, diretora geral da Acreditar, decidiu ainda, pela qualidade dos trabalhos em avaliação, atribuir duas menções honrosas. 

“Pela excelência dos projetos e mais-valia que representam na área dos cuidados em oncologia pediátrica foi muito difícil escolher um vencedor. Foi por essa razão que optámos por distinguir, a par do vencedor, duas outras candidaturas com menções honrosas”, refere Cristina Potier, diretora geral da Fundação Rui Osório de Castro.

“Dado o balanço extremamente positivo da primeira edição do Prémio Fundação Rui Osório de Castro/Fundação Millennium bcp queremos obviamente que o mesmo tenha continuidade e pretendemos lançar a segunda edição já em 2017”, conclui.

A primeira menção honrosa foi atribuída ao projeto “Famílias e risco psicossocial no cancro pediátrico: Validação da Psychosocial Assessment Tool (PAT) em Portugal”, da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa.