Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

Seiva Trupe atribui Prémio a Fátima Carneiro

22 de Junho de 2017
F csite 1 1024 550

Fatima Carneiro, diretora do Serviço de Anatomia Patológica do Centro Hospitalar São João, foi a personalidade escolhida, na área das Ciências, pela companhia de teatro portuense “Seiva Trupe”, para receber o Prémio Seiva pelo seu contributo para o progresso, dignificação e prestígio das Artes, das Letras e das Ciências da cidade do Porto.

Também investigadora do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup), Fátima Carneiro recebeu, com Raquel Seruca, em 2002, o Prémio Benjamin Castleman, atribuído pela Academia Internacional de Patologia, bem como o Prémio da Fundação Engenheiro António de Almeida, Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique. Fátima Carneiro consta da lista dos 100 patologistas mais influentes do mundo, liderada pelo português Sobrinho Simões (Prémio Seiva nas Ciências, em 2016).

A cientista é, ainda, professora catedrática de Anatomia Patológica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e presidiu já à Sociedade Europeia de Patologia. A atividade de investigação desenvolvida por Fátima Carneiro centra-se na etiopatogénese e patologia molecular do cancro do estômago, no contexto esporádico e hereditário, com um interesse particular no Carcinoma Hereditário Difuso do Estômago.

Este ano, o Júri constituído por Armando Alves (pintor), por Maria de Sousa (Cientista e Professora Universitária), por Maria João Reynaud (escritora e Professora Universitária) e por António Rei (ator), em representação da Seiva Trupe, reuniu e depois de uma análise e debate intensos sobre os muitos nomes propostos na mesa, deliberou laurear a Cientista Fátima Carneiro, nas Ciências, o Pintor Jorge Pinheiro, nas Artes e o Arnaldo Saraiva, nas Letras.

De acordo com o Regulamento, uma Comissão constituída por Jornalistas que, nesta XIª edição do Prémio Seiva era constituída por Adriano Miranda (Sindicato dos Jornalistas), Amílcar Correia (Jornal Público), Sérgio Almeida (Jornal de Notícias) e Tiago Dias (Agência Lusa), ratificou a atribuição do Prémio aos laureados acima indicados. Recorde-se para o efeito que o Prémio é constituído por uma escultura, há mais de um quarto de século, pelo Mestre Escultor José Rodrigues.