Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

Semana do Aleitamento Materno quer alertar comunidade para a importância do tema

25 de Outubro de 2017
Semana aleitamento materno site 1 1024 550

No âmbito da comemoração da Semana do Aleitamento Materno em Portugal, o serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Centro Hospitalar São João (CHSJ), assinalou a efeméride, promovendo o Workshop: “Colorindo a Amamentação” dirigido às grávidas, puérperas e companheiros. 

A Direção-Geral da Saúde (DGS) e a World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) optaram pela seguinte temática como mote desta iniciativa: “Todos juntos pelo Aleitamento Materno”.

Nas palavras de Carmo Prucha, enfermeira-Chefe do Serviço de Obstetrícia, “Para além de reforçar práticas que apoiam as mulheres que amamentam e divulgar os recursos disponíveis no Centro hospitalar de São João no apoio à amamentação, esta ação teve como objetivo aconselhar sobre: ’Extração e Conservação do leite materno - gestão de dificuldades’, bem como informar sobre os benefícios do “Contacto pele-a-pele”, tendo culminado na pintura de uma fralda de apoio à amamentação.

“Esta iniciativa decorreu na Consulta de Obstetrícia e teve uma grande adesão de grávidas, puérperas e companheiros participando de forma proativa na pintura de fraldas personalizadas para cada bebé”, remata a enfermeira.

Natural e nutritivo, o leite produzido pela mãe é o alimento mais completo para o recém-nascido. Rico em água, proteínas, lípidos, glícidos, vitaminas e minerais, o leite materno está perfeitamente adaptado ao recém-nascido, 
fornecendo-lhe todos os nutrientes de que ele precisa nos primeiros meses de vida para um desenvolvimento saudável. 
Além dos benefícios a nível nutritivo e imunológico, reconhecem-se outras vantagens no aleitamento materno não só para o bebé, mas também para a mãe.

Segundo um estudo do Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e da Escola Nacional de Saúde Pública, numa amostra constituída por 5912 mulheres com idades entre 15 e os 55 anos, a percentagem de mulheres residentes no Continente que amamentaram em exclusivo pelo menos até aos três meses aumentou de forma estatisticamente significativa, de 34,6% em 1995/96 para 60,6% em 2014. 

SemanaAleitamento2017_site