Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

Estudo conclui que a avaliação na admissão hospitalar reduz risco de desnutrição

17 de Agosto de 2016
Qualife 1 1024 550

EN

Sendo a desnutrição mais frequente em ambiente hospitalar e em idosos, a avaliação no momento de admissão hospitalar toma especial importância de forma a permitir sinalizar e atuar precocemente no sentido de reduzir a desnutrição.

Ciente deste facto, Inês Ramião desenvolveu o projeto de investigação “Undernutrition of a Hospitalized Elderly Sample in a Central Hospital” no âmbito da sua licenciatura, tendo prestado prova no dia 27 de julho, na Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto.

A investigação tem por base os dados correspondentes a uma amostra do projeto QuaLife+, financiado pela Noruega, Islândia e Liechtestein através dos EEA Grants, no âmbito do Programa Iniciativas em Saúde Pública da ACSS.

Sob orientação de Sílvia Pinhão e coorientação de Bruno Oliveira, os investigadores concluíram que, de acordo com os resultados obtidos, existe uma elevada prevalência de desnutrição no momento de admissão hospitalar. Desse modo, apontam que deverão existir procedimentos protocolados de avaliação e intervenção nutricional, e que incluam a avaliação do IMC e da albumina.

Para o estudo, foram avaliados 78,4% de 1322 doentes, segundo o Mini Nutritional Assessment Short Form (MNA-SF), encontrando-se 68,3% destes em risco de desnutrição ou desnutridos. Os doentes em risco de desnutrição e desnutridos apresentaram um período de tempo de internamento mais longo, registando-se maiores frequências de óbito.

 

Para mais informações pode consultar o estudo completo no seguinte repositório.