Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

Radioterapia

Radioterapia

Data de Criação - Fevereiro de 1995

Diretora de Serviço - Gabriela Pinto

 

Missão

É missão deste Serviço a prestação de tratamentos de elevada qualidade, em tempo útil, de modo a assegurar níveis de controlo da doença e de complicações ao tratamento de acordo com os números apresentados nos centros de referência em Oncologia.

Esforça-se o Serviço por implementar novas técnicas que se aproximem destes índices de qualidade.

Além desta sua vocação para o tratamento dos doentes, o Serviço procura contribuir para a formação de grupos profissionais ligados à área da Radioterapia e outras áreas da Saúde.

 

Objetivos (3 anos)

Sendo já um serviço de referência do país com a introdução pioneira da técnica de Radioterapia por Intensidade Modulada, pretende dar continuidade à sua utilização e melhoramento que lhe advirá da experiência, levando os seus resultados ao exterior e, projectando ainda mais o Hospital e o Serviço a nível nacional.

A substituição do acelerador linear mais antigo permitirá a implementação de técnicas diferenciadas em Radioterapia, como a Radiocirurgia/Estereotaxia e a Irradiação Corporal Total, que permitem melhorar as opções terapêuticas disponíveis a nível hospitalar no controlo de patologias como tumores benignos e malignos do SNC e tumores hematolinfopoéticos. Estas técnicas vão de encontro à tradição que o hospital detém no tratamento nas áreas da Neurocirurgia e Hematologia Clínica e permitem alargar o âmbito das indicações em Radioterapia aos tumores benignos.

É objetivo do serviço tornar-se num centro de referência em Radioterapia Pediátrica.

 

Antecedentes/ História

O Serviço de Radioterapia iniciou a sua actividade em fevereiro de 1995, integrado no Departamento de Ambulatório do Hospital de São João (Diretor Raimundo Martins).

Iniciou a sua atividade como Unidade de Radioterapia, dispondo apenas de uma unidade de cobalto 60, passando mais tarde a dispor de um Acelerador Linear de baixa energia, que começou a funcionar em setembro de 1997.

Em fevereiro de 2005 começou a funcionar um Acelerador Linear de alta energia, um aparelho de Tomografia Computorizada para planeamento em radioterapia com um sistema de simulação virtual acoplado, um sistema de cálculo dosimétrico tridimensional e um sistema integrado de registo e verificação de dados, o que permitiu maior autonomia do Serviço e um avanço tecnológico importante. O Hospital de São João foi o primeiro hospital público a tratar doentes com a técnica de radioterapia com Intensidade Modulada. É considerado um serviço de vanguarda na prestação de cuidados de Radioterapia.