Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

icone topo site (002)

Ponto de situação das obras

19 de Agosto de 2020
1 2  1 1024 550

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) iniciou, em novembro de 2019, a comunicação periódica sobre o ponto de situação da construção da ala pediátrica, de forma pró-ativa e transparente, promovendo o esclarecimento sobre o seu desenvolvimento e permitindo o escrutínio público, com divulgação, nomeadamente, das fotos da obra no seu site.

As obras da ala pediátrica do CHUSJ, durante estes meses de março a agosto, nunca foram suspensas. Os trabalhos, apesar dos constrangimentos existentes no hospital devido ao plano de contingência COVID-19, estão a decorrer de forma planeada e a bom ritmo, com o objetivo claro de que em meados de 2021 esteja concluída.

Trabalhos a decorrer:

- Instalação de infraestruturas de AVAC (Bloco C);
- Instalação de infraestruturas elétricas (Bloco A e Bloco C);
- Instalação de tubagem da rede de abastecimento de água e rede de águas residuais (Blocos A e C);
- Continuação dos trabalhos de reforço estrutural (Bloco C);
- Continuação da remoção de pavimento (Bloco C);
- Continuação execução do muro de sustentação (Bloco B);
- Implantação dos andaimes no perímetro da estrutura metálica do Bloco A;
- Trabalhos de escavação para a execução do muro exterior junto ao Bloco A (desmonte de rocha);
- Montagem de estrutura metálica.

Este ponto de situação contempla as intervenções no perímetro do hospital, excluindo todo o trabalho que está a ser desenvolvido em backoffice e em ambiente fabril.

As intervenções e mudanças da obra são de elevada complexidade, já que correspondem a áreas de enorme dimensão e com exigências únicas, com muitas movimentações de pessoal, materiais e equipamentos, próximas de locais complexos de trabalho hospitalar, nomeadamente de três serviços de urgência (adultos, pediatria e obstetrícia/ginecologia), que vão continuar a funcionar na prestação de cuidados de saúde, com qualidade, rigor e competência, aos utentes da região Norte do país.

Este período pandémico aumentou a exigência e a complexidade dos trabalhos, no entanto, o cumprimento dos prazos anunciados e o ritmo da obra, que corresponde a um valor global superior a 25 milhões de euros, foi possível, com enorme esforço, serem assegurados.

O Serviço Nacional de Saúde passará a dispor de um equipamento diferenciador, dotado de instalações e equipamentos de excelência, que proporcionará uma resposta de qualidade às crianças e jovens da região norte.

1 2  1 1024 2500
2 2  1 1024 2500
3 2  1 1024 2500
4 2  1 1024 2500