Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

icone topo site (002)

São João propõe primeira Zona Livre Tecnológica de emergência médica

01 de Dezembro de 2021
Site  1 1024 550

O Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ) anunciou hoje aquela que será a primeira Zona Livre Tecnológica (ZLT) em contexto de emergência médica e situação de catástrofe em Portugal. Com esta ZLT pretende-se encontrar novas soluções de base tecnológica de forma a tornar mais rápida a resposta em situações de emergência, bem como afirmar Portugal internacionalmente como um espaço preferencial de teste e experimentação de novos conceitos de operação, tecnologias e serviços para a área da Saúde.

A ZLT do Hospital de São João resulta da combinação das valências dos setores da mobilidade e da aeronáutica, em torno do conceito Mobilidade Aérea Avançada, uma área emergente da indústria aeronáutica que pressupõe a utilização de veículos aéreos de descolagem vertical, incluindo drones. O objetivo é testar e experimentar o transporte de carga e de passageiros, caso do transporte de órgãos ou de medicamentos, numa abordagem integrada entre meios físicos de mobilidade aérea e terrestre, conetividade entre os vários meios e plataformas computacionais para gestão das operações que permitam, com base nos dados recolhidos, desenvolver modelos inteligentes de otimização de recursos e rotas.

“Para o São João, integrar um projeto desta dimensão e complexidade tecnológica é uma oportunidade única para fazer parte de um ecossistema de parceiros de áreas tão distintas como o são a Ciência, a Tecnologia e a Indústria. Procurar respostas rápidas e adequadas a situações de emergência médica não é, apenas, um desígnio dos profissionais de saúde, e unir esforços multidisciplinares para um bem comum é essencial para o País”, diz Fernando Araújo, Presidente do Conselho de Administração do CHUSJ, reforçando que a vontade já anunciada, da criação do heliporto, com a apoio de fundos europeus através da CCDR-N, como do Hub de Mobilidade em Emergência Médica, no hospital “é estratégico para a ação deste Hospital e a concretização desta ZLT, permitirá também o seu uso desta infraestrutura em atividades de experimentação na área a mobilidade aérea avançada em rotas aéreas entre o Porto, Braga e Guimarães e a ligação em corredores aéreos aos Hospitais de Braga e Valongo”.

Esta ZLT será gerida pelo Hospital de São João com o apoio do 4LifeLab, um laboratório colaborativo de dispositivos e sistemas para emergências médicas, recentemente reconhecido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e do Município do Porto, que integra a rede europeia de teste de mobilidade aérea urbana. O know-how técnico nas áreas de mobilidade aérea avançada será trazido por parceiros do 4Lifelab, caso do CEiiA - Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto. O projeto conta ainda com o apoio do Município do Porto, que integra a rede europeia de teste de mobilidade aérea urbana.

A apresentação da ZLT Hospital de São João teve lugar hoje de manhã, num evento promovido pela ANI – Agência Nacional de Inovação, intitulado “Inovação na Era Digital”, que teve por objetivos a apresentação pública do programa ZLT e a divulgação dos resultados do concurso dos Polos de Inovação Digital.