Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

icone topo site (002)

COVID-19: Boas práticas do São João apresentadas em reunião da Organização Mundial da Saúde

03 de Dezembro de 2021
Who meeting care site 1 1024 550

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) foi uma das instituições europeias identificadas pelo escritório europeu da Organização Mundial de Saúde, pelas suas boas práticas em saúde em contexto de pandemia. A experiência do CHUSJ foi apresentada e aplaudida durante a “High Level Experts Meeting on Quality of Care in the post-COVID-19 era – Meeting of Minds”, da Organização Mundial da Saúde, que está a decorrer em Atenas, Grécia.

 A gestão de Medicina Intensiva durante a pandemia, as práticas do serviço de urgência e a comunicação e a assessoria de imprensa, foram as três áreas identificadas para serem apresentadas como caso de estudo de boas práticas em cuidados de saúde.

 A infeção por COVID-19 apresentou desafios sem precedentes aos serviços de medicina intensiva. Inicialmente, foi necessária uma resposta imediata e, subsequentemente, implementada uma resposta mais sustentável e robusta. Ambas foram incorporados no nosso modelo e cultura de prestação de cuidados de saúde. Algumas dessas respostas realizadas no nosso serviço de medicina intensiva levaram a uma grande transformação estrutural. A resposta ao doente crítico do CHUSJ apresenta excelentes resultados no panorama internacional, sendo considerado um exemplo de boas práticas.

Desde o início da pandemia, o serviço de urgência enviou mensagens aos familiares dos doentes, via SMS e app My São João, explicitando o estado do doente e os processos que estava a realizar. Este sistema muito simples permitiu manter uma interação próxima com os familiares dos doentes e contribuiu para uma experiência positiva, num período muito exigente para os cidadãos e o sistema de saúde.

 A estratégia de comunicação e assessoria de imprensa implementada no CHUSJ assentou num conjunto de princípios bem definidos: antecipação; qualidade informativa; transparência; rigor; proximidade e abertura; bom senso; e uma sólida cultura de comunicação. Esta política permite que o São João seja o hospital português com maior impacto mediático no contexto global e pandémico. Permitiu ainda ser distinguido como marca de responsabilidade social em 2020.