Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

icone topo site (002)

Renovação estrutural em unidade do Serviço de Medicina Intensiva do CHUSJ aumenta capacidade e potencia condições assistenciais do serviço

13 de Janeiro de 2022
Novas instala  es do smi piso 6 1 1024 550

A unidade funcional do piso 6 do Serviço de Medicina Intensiva do CHUSJ - uma das três unidades/pisos do Serviço - foi alvo de uma renovação estrutural significativa e abre hoje as novas instalações com a transferência dos doentes para a nova área.

Trata-se da primeira fase de uma intervenção que levará, adicionalmente, à remodelação de uma área clínica já existente.

Com as novas instalações, nesta altura criadas, foi possível, desde já, aumentar a capacidade instalada do serviço, em termos do número de camas com capacidade para acolher doentes de nível 3. No final da intervenção, o Serviço de Medicina Intensiva estará dotado de 68 camas, todas com capacidade de nível máximo de cuidados.

Por outro lado, melhorou substancialmente a qualidade das áreas clínicas, aumentando a área de espaço físico ocupado por cada cama/doente, cumprindo as diretrizes internacionais sobre áreas recomendadas e maximizando a possibilidade de isolamento de doentes, pela criação de 6 quartos de isolamento pressurizados, que serão 10 no final da segunda fase da intervenção, e permitindo a modulação de pressão (positiva, negativa ou neutra) nos open-space assistenciais.

O aumento do número de quartos de isolamento reverso dá resposta à carência nacional destas estruturas, essenciais para acolher doentes críticos com necessidades especiais, nomeadamente imunodeprimidos e doentes com infeções respiratórias (ex: COVID-19, tuberculose), reduzindo o risco de transmissão e de aquisição de infeções hospitalares e aumentando a segurança do doente e de profissionais.

O SMI do CHUSJ é o polo de eixo da Rede de Referenciação de Medicina Intensiva e, como tal, tem o mais elevado índice de gravidade de doentes da região. Possui uma das duas únicas UCI do país dedicadas a doentes neurocríticos, um dos três Centros de Referência nacionais em ECMO, a mais elevada casuística em trauma grave da região e assumiu na resposta à COVID-19 um papel fundamental na resposta integrada do Serviço Nacional de Saúde. Por este papel na rede e por esta missão, a capacitação do SMI CHUSJ é particularmente relevante e tem grande impacto na capacitação global da resposta do Serviço Nacional de Saúde.