Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

São João realiza reconstrução de orelha pioneira a nível mundial

20 de Junho de 2016
Equipa orelha site 1 1024 550

Uma equipa de cirurgiões do Serviço de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva do Centro Hospitalar de São João (CHSJ), realizou, com sucesso, uma cirurgia pioneira a nível mundial para reconstrução total de uma orelha.

A orelha implantada foi reconstruída a partir de tecidos do próprio recetor através de um procedimento que envolveu vários e combinados conceitos reconstrutivos inovadores em microcirurgia. A técnica demorou meses a ser desenvolvida e implicou duas complexas cirurgias.

Nas palavras de Ricardo Horta, cirurgião responsável  por esta intervenção, "num primeiro tempo, foi efetuada uma prelaminação (introdução de unidades tecidulares ou produtos de engenharia tecidular numa área onde existe um fluxo sanguíneo conhecido e fidedigno. Uma prótese de polietileno poroso (biocompatível, permitindo a invasão fibroblástica e incorporação em tecidos humanos), fabricada e esculpida comparativamente a uma prótese de silicone por sua vez desenhada com base na TAC- 3D do doente, foi inserida na região do antebraço esquerdo (pele fina e pedículo vascular adequado).

“Foi também realizado um delay (interrupção/manipulação do fluxo sanguíneo), para aumentar as pressões de revascularização e tentar diminuir o edema e inflamação após reperfusão posterior.”

“Num segundo tempo, após 2 meses para permitir a revascularização e maturação, o retalho prelaminado foi transplantado para a face e após 8 horas de cirurgia, a orelha estava implantada. Foram realizadas anastomoses microcirúrgicas de uma artéria facial e de duas veias para reperfundir o retalho, e foi feita a coaptação de um nervo do antebraço a um nervo da orelha para permitir que a orelha possa recuperar a sensibilidade. Dentro de 3 meses, serão realizadas 1-2 cirurgias minor de revisão do contorno, para melhorar os resultados finais.”, acrescenta o cirurgião.”