Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

Transferência do local da aférese de progenitores hematopoiéticos para transplante

05 de Novembro de 2019
Novasinstalacoes aferese site 1 1024 550

As obras que permitiram a transferência da aférese de progenitores hematopoiéticos para transplante, do piso 1 do serviço de Imunohemoterapia para o piso 9 do serviço de Hematologia Clínica, foram concluídas ontem, dia 4 de novembro.

A nova área possui melhores condições técnicas e de humanização, permitindo um aumento da qualidade do serviço. Esta resposta encontra-se inserida no serviço de Hematologia Clínica, onde estão internados a maioria destes doentes, evitando que, com condições vulneráveis e por vezes imunodeprimidos, com risco de poderem contrair infeções, tenham de circular no hospital. Por outro lado, também para os doentes em ambulatório que têm de ser sujeitos a estas intervenções torna-se importante a sua inclusão num local e numa equipa que já conhecem, onde são tratados pelas suas graves patologias, garantindo um aumento da confiança no processo.

Esta atividade encontra-se integrada na Unidade de Transplante Hematopoiético do CHUSJ, que possui equipamentos e recursos humanos altamente especializados, permitindo a realização de colheitas autólogas, alogénicas relacionadas e de linfócitos e a efetivação, em média, de 80 transplantes hematopoiéticos anuais. São normalmente transplantados doentes com mieloma múltiplo, linfomas e leucemias agudas. Nos últimos dois anos, foi também iniciada, com sucesso, a autotransplantação em determinados tipos de doenças do foro neurológico.

Recorde-se que o serviço de Hematologia Clínica encontra-se em novas instalações, inauguradas a 9 de setembro, integrando a Unidade de Transplante, com oito quartos de isolamento e uma área de tratamento de doentes leucémicos e hemato-oncológicos com 10 quartos de isolamento e 14 camas de enfermaria. Esta infraestrutura, com cerca de 870 m2, implicou uma intervenção mais abrangente e estruturante para todo o internamento central-sul do hospital, com um custo associado de cerca de 2 140 000 euros e 12 meses de tempo de realização. A renovação e unificação das instalações do serviço de Hematologia Clínica permitiu concentrar a maior parte da atividade clínica, constituindo um aumento de 30%, passando para 32 camas.

A transferência das instalações para a aférese de progenitores hematopoiéticos para transplante, do piso 1 do serviço de Imuno-hemoterapia para o piso 9 do serviço de Hematologia Clínica do CHUSJ, encontra-se contemplada no plano de construção da ala pediátrica, libertando espaços programados para o desenvolvimento da obra e está a decorrer de acordo com o calendário previamente estabelecido, permitindo que a ala pediátrica esteja concluída até final do primeiro semestre de 2021, tal como publicamente divulgado.