Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

São João e FMUP criam conselhos úteis para prevenir quedas na população idosa

06 de Maio de 2020
1024x550 prevquedas site 1 1024 550

O Serviço de Neurocirurgia do Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ), em conjunto com a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), lança uma campanha que pretende chegar à população idosa com 10 conselhos úteis para prevenir as quedas e consequentemente reduzir as deslocações ao Hospital. Esta mensagem torna-se ainda mais importante neste período de maior risco de queda devido ao confinamento em casa e isolamento social, no âmbito da pandemia de Covid-19.

Em 2019, a maioria dos internamentos ou episódios de urgência que envolveram pessoas com mais de 65 anos e que originaram traumatismos decorreram de acidentes domésticos, muitas vezes quedas. Cerca de 500 pessoas com mais de 65 anos foram admitidas no Serviço de Urgência do CHUSJ, por traumatismos cranianos, a esmagadora maioria na sequência de uma queda. Estas situações levam muitas vezes ao internamento e à realização de cirurgia craniana para tratamento.

De acordo com Rui Vaz, diretor do Serviço de Neurocirurgia do CHUSJ e professor da FMUP, "no ano passado, cerca de metade das pessoas internadas com este quadro clínico necessitou de cirurgia craniana, cerca de 160 pessoas com mais de 70 anos tiveram que ser internados no Serviço de Neurocirurgia depois de terem sofrido quedas e cerca de 100 destas pessoas tiveram de ser submetidas a cirurgia da cabeça, devido a pequenos traumatismos ocorridos nas actividades de vida diária.

Segundo o clínico, registou-se, nos últimos anos "uma modificação na epidemiologia dos traumatismos cranianos, com diminuição dos acidentes de viação que atingiam principalmente os mais jovens, passando atualmente a maioria a ser por quedas nos mais velhos. Outro fator prende-se com a maior utilização de medicamentos para prevenção dos acidentes vasculares cerebrais nesta população, que interferem com a coagulação do sangue, aumentando o risco de hemorragias intracraniana.

Folheto