Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

icone topo site (002)

Quando não devo fazer exercícios ou interromper a sua realização?

Na presença de uma destas situações, em repouso ou quando realiza os exercícios, deve interromper o programa de exercício e procurar assistência médica:

  • Se sentir falta de ar enquanto está em repouso, quando se deita, que o acorde durante a noite ou quando realiza atividades que habitualmente não causariam falta de ar;
  • Se estiver com a pressão arterial elevada de forma não controlada (PAS>180mmHg, PAD>120mmHg);
  • Se estiver com febre ou sintomas tipo gripal;
  • Se tiver sintomas que possam ser de origem cardíaca: dor no peito, sensação de aperto ou desconforto no peito, na parte superior das costas, no pescoço, na mandíbula ou num dos braços, desmaio, tonturas, sensação do coração a bater muito acelerado, edema (“inchaço”) dos membros de novo, agravamento do edema habitual, aumento súbito de peso ou outros sintomas que o preocupem.

Situações Especiais

  • Se realizou uma cirurgia cardíaca com esternotomia (ou seja, abertura do peito na linha média) não deve realizar exercícios de força (com pesos) para os braços nas primeiras 12 semanas após a cirurgia;
  • Se implantou um pacemaker ou um cardiodesfibrilador (deve informar-se com o seu médico sobre estas situações), deve evitar desportos de contacto e movimentos de elevação com o braço do lado em que o aparelho está colocado nas primeiras 6 semanas após o procedimento;
  • Se é diabético, não realize os exercícios caso os seus valores de glicemia estejam mal controlados; questione o seu médico sobre se este programa é adequado para si e sobre a necessidade de ingerir alimentos previamente à realização dos exercícios.

Em caso de dúvida, consulte o seu médico antes de realizar os exercícios!