Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

S-DATA

Designação do projeto: S-DATA: Segurança do Doente - Administração, Transfusão e VigilânciA

Código do projeto: POCI-02-0550-FEDER-040545

Objetivo principal: Melhorar o acesso às tecnologias da informação e da comunicação, bem como a sua utilização e qualidade

 

Data de aprovação: 2019-03-19

Data de início: 2019-04-01

Data de conclusão: 2020-12-31

 

Descrição:

O presente projeto consiste numa solução de mobilidade de registos clínicos, para utilização pelos enfermeiros do CHSJ, assente no pressuposto de interoperabilidade com os sistemas de informação atualmente implementados no CHSJ, a qual permitirá a este Centro Hospitalar promover uma transformação dos processos operacionais.

O projeto é realizado em co-promoção com o IPST. A execução da operação prevê o desenvolvimento de um webservice para notificação ao IPST de Hemovigilância, apresentado este serviço um caracter de difusão por todas as entidades do Ministério da Saúde.

 

Objetivos:

Este projeto tem como objetivos:

  • A desmaterialização de processos clínicos, com integração de informação de suporte à decisão clínica em tempo real;
  • A prestação de cuidados centrados no doente, otimizando o relacionamento dos profissionais de enfermagem com o doente, mensurável através do índice de satisfação destes;
  • A melhoria da qualidade dos registos clínicos, passível de comprovação através dos registos das auditorias clínicas;
  • A melhoria da eficácia e eficiência dos cuidados prestados no CHSJ, mensurável na produtividade dos serviços abrangidos pelo projeto, resultado da redução do tempo envolvido em registos clínicos e subsequente aumento do tempo envolvido na prestação de cuidados diretos ao doente;

 

A solução de mobilidade incluirá as seguintes componentes:

  • Fecho do circuito do medicamento.

 

A identificação do doente, efetuada através da leitura do código da sua pulseira de identificação e a leitura do código de barras de cada medicamento, possibilita a confirmação de que o medicamento que será administrado ao doente é o que estava efetivamente prescrito, minimizando a ocorrência de erros durante a administração de medicamentos.

  • Administração de Componentes Sanguíneos

 

O sistema a implementar permitirá utilizar a pulseira de identificação única do doente, promovendo a segurança na colheita de amostras para provas pré-transfusionais e na administração de componentes sanguíneos, possibilitando a integração futura com a requisição eletrónica de componentes sanguíneos. O sistema permitirá visualizar, em tempo real, todo o movimento transfusional do CHSJ, garantindo alertas de histórico de reação transfusional e o cumprimento dos procedimentos de hemovigilância; promovendo a rastreabilidade total dos intervenientes e tempos envolvidos no circuito transfusional.

  • Intervenções de Enfermagem

 

Resultados:

O projeto a implementar permitirá o registo de vigilâncias e monitorizações de enfermagem, previamente planeadas no processo clínico, à cabeceira do doente, utilizando um terminal portátil que suporta outras aplicações. Neste âmbito a solução a adotar permitirá:

  • Eliminar a transcrição dos registos, com a consequente redução do tempo envolvido em registos de enfermagem;
  • Eliminar os erros de transcrição, com aumento da fiabilidade dos registos;
  • Efetuar registos em simultâneo com prestação de cuidados de enfermagem;
  • Integração automática dos registos no processo clínico acelerando a disponibilização de informação para decisão clínica.

Barra_COMPETE_FEEI_1_1024_2500