Passar para o Conteúdo Principal Top
Logotipo Centro Hospitalar São João

Tive um internamento prolongado

O que é a Síndrome de Imobilidade?

Quando um indivíduo passa muito tempo imóvel, nomeadamente por causas relacionadas com doença grave que necessite de internamento prolongado, existe uma perda importante de massa muscular dos músculos que normalmente utilizamos nos diversos movimentos do dia-a-dia. Associadamente, podem existir alterações da sensibilidade, problemas de equilíbrio ou da marcha (“caminhar”) e maior cansaço na realização de esforços. Pode notar sobretudo fraqueza (perda de força) e atrofia dos músculos (perda de volume), o que muitas vezes acarreta dificuldades para o retorno à vida normal, prévia à ocorrência da doença que motivou o internamento, podendo ter dificuldade em realizar as atividades de vida diárias como o vestir/despir, utilização do WC, tomar banho, etc., bem como caminhar sem ajuda, caso o fizesse anteriormente.

Pode haver uma perda de cerca de 10 a 15% da força muscular por cada semana de repouso no leito, no entanto, o tempo para a recuperação é mais prolongado, estimando-se que sejam necessários 2 a 3 dias de exercício por cada dia de repouso no leito para voltar à força muscular prévia.

Quando devo contactar/procurar assistência médica?

Durante a realização dos exercícios, fique atento ao aparecimento de tonturas, náuseas, vómitos, desequilíbrio, falta de ar, dor torácica, palpitações (sensação do coração bater rápido) ou outros sinais que devem motivar a suspensão dos mesmos. Caso estes não resolvam com o suspender dos exercícios e alguns minutos de repouso, procure contactar o seu médico.

No caso de acontecer uma queda durante a realização de algum dos exercícios, poderá ser necessário procurar assistência médica a fim de averiguar se não existe alguma fratura ou outro tipo de complicação, sobretudo se existirem zonas dolorosas por um período prolongado.

Porque é importante realizar os exercícios de reabilitação?

O principal tratamento para esta situação é a realização de um programa de reabilitação, com a utilização de técnicas de fisioterapia, terapia ocupacional, terapia da fala ou enfermagem de reabilitação, adaptado às necessidades de cada doente. Com os exercícios recomendados pelo seu médico nos diversos setores, poderá recuperar das limitações que a Síndrome de Imobilidade lhe trouxe e retomar, dentro do possível, as suas atividades habituais e a sua independência para essas atividades. O programa de reabilitação vai focar-se, entre outras coisas, na manutenção da amplitude dos movimentos das suas articulações, no ganho de força que perdeu durante o internamento, no treino de equilíbrio e marcha para que possa transferir-se e caminhar com segurança e no treino da sua capacidade de tolerar esforços.

1 Cuidados a ter2 Exercicios de mobilizacao3 Exercicios fortalecimento4 Exercicios alongamentos5 Treino de equilibrio6 Treino de motricidade